Hoje o assunto não é cabelo

Talvez seja difícil voltar ao foco desse blog… Quase não escrevi depois que fiquei grávida, mas posso usá-lo para falar sobre maternidade também, né? Por enquanto ele vai continuar assim, quem sabe depois vire Cabelo (e bebê) bem cuidado! rs

Por enquanto, vou aproveitar o espaço para dividir / desabafar.

Quem me conhece sabe, troco mil oportunidades de falar por uma de escrever… e ainda não escrevi nada sobre a gravidez, sobre a Sofia.

Lendo relatos de parto fiquei pensando nisso… não consigo conversar com a Sofia ainda dentro da barriga, mas posso me expressar por cartas, como sempre fiz com meus amigos.

Afinal, desde o começo da gravidez converso com ela em pensamento e é o que estou fazendo agora. Depois que li “Nossos filhos são espíritos” – em PDF aqui-, um livro ótimo para quem acredita em espiritismo, me sinto mais tranquila com esse comportamento de não conseguir conversar com a voz, com a fala… mas mesmo assim fico intrigada se a Sofia não está esperando umas palavrinhas de compreensão. Kkk

Sim, tenho um bloqueio que precisa ser trabalhado com a psicóloga, mas não dá tempo de fazer isso antes de a Sofia nascer. Se eu tivesse que telefonar pra ela para chama-la então, ela nunca sairia de dentro de mim. Kkk

Sim, odeio falar. E olha que melhorei com a idade.

Mamãe tá cansada dessa barrigão, mas espera seu timing, ok? ;)

Mamãe tá cansada desse barrigão, mas espera seu timing, ok?😉

Estamos com 39 semanas e 5 dias e desde a 37a não consigo pensar em outra coisa senão em como quero que ela nasça logo.

Primeiro era o incômodo, as dores, o meu peso – engordei mais de 30 quilos – agora é a ansiedade em ver a carinha dela.

Nas minhas “conversas psíquicas” com ela falo o quando quero colocar ela no colo, abraçar, beijar… Que por mais que esteja quentinho e legal dentro de mim, ela vai ser tão amada aqui fora que vai compensar. Mas sei que se ainda não rolou, é porque ainda não é a hora.

Uma amiga me ensinou que quem quer parto normal tem que encarar a primeira realidade da maternidade: não temos controle de nada.

Mas gente, é um sufoco estudar tanto durante 9 / 10 meses (sim, a gestação leva 10 meses e não 9, como vc sempre pensou) e não ter uma resposta exata sobre nada. Leio mil vezes os mesmos artigos e tudo é inconclusivo. Afinal, como são / serão as contrações? Eu já estou tendo? Desde quando?

Eu tenho dores, eu tenho contrações, mas preciso esperar que as duas coisas aconteçam juntas?

E o que eu tô perdendo desde ontem, é o tal tampão mucoso? Sabia que ele pode ser transparente, branco, verde, vermelho?? Não dava pra facilitar a vida da mulher???

E depois que ele sai, sabia que o trabalho de parto ainda pode demorar horas, dias ou SEMANAS??? Veja bem, semanas!!!

É muita falta de certeza para uma mulher que está há 9/10 meses com os hormônios e a vida bagunçadas! Chega a ser injusto…

Eu não sou medrosa, nunca fui… por isso nunca cogitei uma cesárea. Lido bem com a dor – muito melhor do que com pessoas, por exemplo, e com o telefone. Kkk

Meu medo é não saber que estou em trabalho de parto… Dar algum problema porque tô aqui de boa, achando que essas dores são normais… Fico pensando se sou uma super mulher e que as contrações serão sutis pra mim… E aí penso que não mereço tanta sorte assim. (ou mereço???)

Desde o começo nas consultas da Casa Ângela, que são mais psicológicas que físicas, elas me perguntam sobre meus medos e sempre falo de dois: 1- não conseguir me soltar; 2- não saber a hora de ir pra lá pq sou resistente à dor. O primeiro problema eu já desencanei, porque li e ouvi mil vezes que o parto é muito mais transcedental do que a gente imagina e vamos sempre reagir instintivamente e não com a cabeça… Então licença, cabeça, que meus instintos vão me soltar. O segunda ainda me preocupa… Não sei se torço pra dor ser insuportável pra eu saber que é ela ou se torço pra continuar assim…. rs

Aposto – espero – que eu não seja a primeira nem única mulher a passar por isso, então acho que esse post pode ajudar, no futuro outras mães a se sentirem melhor com esse “desespero” pré-parto.

Em resumo, estou com quase 40 semanas, perdi (ou não) o tampão, tenho contrações (ou não) totalmente irregulares e dores (posturais, normais ou de TP?) há muitas semanas. Ou seja, não sei nada.

Aguardando as cenas do próximo capítulo… Espero vocês, dores! Espero não conseguir voltar pra contar pra vocês, mas qq coisa conto depois, com a Sofia nos braços!😉

À Sofia,

Mamãe tá te esperando. Papai mandou avisar que o trabalho já está encaminhado e que ele pode tirar licença pra sua chegada! Vovó e vovô já voltaram da Paraíba pra cuidar de você. Vovó Iara achou a Casa Ângela maravilhosa (e quer comer os bolos que fazem por lá e contaminam o ar e deixam a casa com cheiro de casa e não de hospital – ufa!!)

Já assinamos o termo de parto por lá, o melhor lugar onde você poderia nascer – e os parentes e amigos até já se acostumaram com a ideia de um parto humanizado numa casa de parto. Com o tempo isso vai se tornar cada vez mais normal e vamos ficar orgulhosas por termos lutado por um nascimento assim.

As malas estão no carro desde a 37a. semana. O seu corner está pronto e o seu berço sem pelos de gatos – apesar de eu saber que você vai curtí-los tanto quanto eu e vai amar dormir com eles. rs

Carrinho, cadeirinha… tudo pronto! Tetas prontas tbm pra dar quanto leite você quiser tomar!!! rsrs

Mamãe topa uns chutes mais fortes pra saber que você entendeu!

Ah, e sei que nossa “telepatia” vai ser eterna, não só enquanto você tá aqui dentro, mas prometo me esforçar pra falar que te amo todos os dias da minha vida. Com todas as letras e em voz alta!

8 comentários sobre “Hoje o assunto não é cabelo

  1. Lindo e emocionante Flá! E super entendo a dificuldade de falar, ainda mais por telefone! Tbm é um sofrimento p mim… rsss Tenho certeza que a Sofia entende também!!🙂 Beijos nas duas!!!

    Curtir

  2. Lindo, amiga. Ngm melhor que vc pra traduzir o que eu tb senti naquelas intermináveis semanas do final da gravidez. Mas se te serve de consolo, eu ACHO que vc vai saber qdo as dores forem pra valer. E ACHO que vai vir dia 12, nao sei pq, mas acho… O dia que for estarei ao seu lado! E Sofia já tem mta sorte de nascer numa família como a de vcs! Minha norinha virá sem pressa, numa aterrissagem tranquila pra esse mundo!

    Curtir

  3. Poxa… não sou nem um pouco sentimental… mas chorei agora!!
    Quero muito conhecer a Sofia…mas vamos esperar …
    Falei pro papai que ela esta ai crescendo pra vir tipo “Johnson baby”

    Curtir

  4. Pingback: Primeira carta pra Sofia – fora da barriga | as2partes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s