Produtos profissionais x produtos de farmácia e supermercado

Atenção: post longo, mas que vale a leitura, pelo bem da cabeleira.

Minha amiga Juliana Monteiro me deu uma ideia de post que eu já queria fazer faz tempo. Vocês devem notar que eu quase só indico produtos profissionais, que são aqueles vendidos – teoricamente – nos salões, mas que a gente acha na Internet e na Liberdade. rs

Eu nunca me liguei muito nisso, sempre passei qualquer shampoo, até porque meu cabelo nunca foi difícil, ainda mais quando não tinha luzes.

Porém, quando comecei a trabalhar como assessora da TIGI, minha opinião mudou por um simples motivo: pelos resultados conseguidos com os produtos profissionais.

Qual você escolhe?

Qual você escolhe?

O dia em que mais me lembro disso foi quando chegou a linha Curlesque da Catwalk e, depois de usarmos na Bel Ascenso, jornalista topppp de beleza da Elle, todo mundo pirou no resultado e quis ficar cacheada. Lançamos um: duvido que meu cabelo fique cacheado, porque eu e a gerente da marca éramos super lisas.

Dito e feito, eles passaram a tal “colinha” Curlesque no nosso cabelo, secaram com o difusor e pronto, ficamos com cachos, super naturais. Nesse dia, mais do que nos outros, me convenci. E vi que não precisava me contentar com o cabelo que tinha.

Soro definidor Curlesque Catwalk

Gente, essas marcas investem milhões em tecnologia. Ok, as marcas de farmácia também investem… Mas eles não teriam produtos tão mais baratos se fosse a mesma tecnologia, concordam?

O que  vários hair stylists e técnicos já me falaram é que o produto de farmácia vai dar tudo o que ele tem pra oferecer no primeiro dia, mas para neste dia. Não há um tratamento constante e nem melhora. Comigo acontece muito isso, uso um produto, acho que super funciona, mas dois dias depois, o cabelo tá pesado e feio. Nunca aconteceu com vocês?

Ao contrário do que acontece com o produto profissional, que enquanto você usar, vai tratar e tratar e tratar, todo dia. E seu cabelo vai ficar cada vez mais bonito.

Quando eu trabalhei com a Sisley também aprendi que os ingredientes e a tecnologia valem o investimento. Para fazer os releases, eu pesquisava item por item pra ver o que eles faziam e o resultado sempre era o esperado. Tentem fazer isso, vocês vão se surpreender encontrando produtos com ingredientes maravilhosos e também ver que tem muita coisa por aí estragando seu cabelo sem você perceber.

Ok, você paga pela marca, mas paga também pela qualidade e tecnologia. E paga, principalmente, pela quantidade de ativos do produto. Um produto de farmácia pode ter o mesmo ativo, mas em quantidade imensamente menor.

Ninguém tá me pagando pra dizer isso. É minha opinião de quem já testou de “quase” tudo. Eu continuo testando tudo que aparece, profissional ou não, mas eu sempre tenho melhores resultados com os produtos profissionais e acho que o investimento vale a pena se você quer ter melhores resultados.

Fiz até uma foto pra vcs verem o que tenho de profissional x o que tenho de farmácia. (O que tenho de farmácia geralmente eu acabo doando) Os que estão no meio são os que são vendidos na farmácia, mas são de maior qualidade . Não preciso nem dizer que amo John Frieda, né? Ela entra nessa. Tem qualidade, mas está no varejo. (Ainda bem!) A questão é que a marca começou a ser vendida somente nos salões e depois, vendo o potencial, começaram a vender no varejo também.

Meus produtinhos - farmácia x meio do caminho x salão

Meus produtinhos – farmácia x meio do caminho x salão

A minha recomendação é a de sempre: o melhor amigo do seu cabelo é o cabeleireiro, ele vai saber que produto você deve usar. Se você não tiver dinheiro pra investir, fale isso pra ele, pois ele vai saber indicar algo mais barato que também funcione. E se bater um desespero, sempre tem uma amiga viajando pra fora que pode trazer algumas coisinhas. rsrs Nesse caso, fica um alerta: as fórmulas podem variar de país para país. Na dúvida, pergunte ao cabeleireiro tbm!

O Cristhofer Gloe falou com autoridade sobre o assunto aqui: http://cristhofergloe.blogspot.com.br/2011/07/linha-profissional-x-linha-comercial.html

2 comentários sobre “Produtos profissionais x produtos de farmácia e supermercado

  1. Pingback: Quando é hora de hidratar o cabelo? | Cabelo (bem) cuidado

  2. Pingback: Cabelos e suor – #comofaz? | Cabelo (bem) cuidado

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s